Você está aqui: Página Inicial > Ensino > Serviço de Psicologia

Serviço de Psicologia

por Comunicação Social publicado 18/05/2017 10h19, última modificação 23/11/2017 09h57

 

COORDENADORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

SERVIÇO DE PSICOLOGIA

 

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul), câmpus Pelotas, possui um serviço de atendimento psicológico. O Serviço de Psicologia, nesta instituição, está localizado na Coordenadoria de Assistência Estudantil (Coae) e está vinculado à Diretoria de Ensino (Diren).

O serviço de atendimento psicológico funciona segundo as normas do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) (Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010), que apoia a permanência de estudantes de baixa renda matriculados em cursos de graduação presencial das instituições federais de ensino superior (Ifes). O objetivo do Pnaes é viabilizar a igualdade de oportunidades entre todos os estudantes e contribuir para a melhoria do desempenho acadêmico, a partir de medidas que buscam combater situações de repetência e evasão. Conforme orienta o Pnaes, as ações da Psicologia devem ser implementadas de forma articulada com as atividades de ensino, pesquisa e extensão. Estas ações devem ser desenvolvidas na área de atenção à saúde e acesso, participação e aprendizagem de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades e superdotação.

O Serviço de Psicologia também atua de acordo com as normas estabelecidas pelo Regimento Interno do câmpus Pelotas (aprovado pela resolução 69/2011 do Conselho Superior - Consup). Segundo este regulamento, o atendimento psicológico está vinculado à Coordenadoria de Assistência Estudantil e, neste âmbito, visa promover ações nas áreas de saúde; desenvolver atividades de orientação profissional; e fomentar e promover, em conjunto com os demais profissionais da educação, ações para a permanência e êxito dos estudantes.

Atualmente, o Serviço de Psicologia conta com uma equipe composta por duas psicólogas, Letícia Galery Medeiros e Rovena Batista Severo. A porta de entrada para atendimento pelo Serviço de Psicologia é a entrevista de acolhimento. Nesta entrevista, os acadêmicos têm um horário agendado em que terão suas demandas acolhidas para que sejam avaliados os encaminhamentos necessários. O agendamento pode ser feito de diversas formas: presencialmente, na recepção da Coae, pelo telefone (53) 2123.1062, ou por encaminhamento de outros profissionais.

Faz-se necessário destacar que o Serviço de Psicologia atua em equipe, dialogando com os demais setores da instituição, tais como Assistência Pedagógica e Posto Médico. Atualmente, também participa da gestão do Núcleo de Gênero e Diversidade (Nuged) e do Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas (Napne).

CONTATO

Psicóloga Letícia Galery Medeiros: leticiamedeiros@pelotas.ifsul.edu.br

 

 

 

 Acolhimento Psicológico

“O acolhimento não é um espaço ou um local, mas uma postura ética. “

 

O QUE É?

A palavra acolhimento está relacionada ao ato ou efeito de acolher; oferecer atenção e consideração. No Serviço de Psicologia do IFSul, câmpus Pelotas, acolher significa receber as pessoas que procuram o serviço com disponibilidade para escutar, promovendo condições para que seu sofrimento possa ser expresso.

O acolhimento psicológico é um tipo de intervenção psicológica que acolhe a pessoa no exato momento de sua urgência, compreendendo seu sofrimento e ajudando-a a lidar com seus recursos e limites. Desta forma, o objetivo é prestar atendimento urgencial à demanda, acompanhando a pessoa em busca da compreensão de seu sofrimento.

QUEM PODE PROCURAR?

Alunos do IFSul, do câmpus Pelotas, regularmente matriculados, e seus pais, familiares ou responsáveis.

COMO FUNCIONA?

Não há necessidade de agendar horário. O atendimento é feito por ordem de chegada. O Serviço de Psicologia do IFSul, câmpus Pelotas é um serviço de Psicologia Escolar, composto por duas psicólogas e um estagiário de Psicologia. Há necessidade de se preencher a ficha de triagem quando chegar. Importante trazer documento de identificação e/ou carteirinha de estudante.

Os acolhimentos psicológicos são realizados das 14h às 17h, todas as terças-feiras. O atendimento é organizado por ordem de chegada e condicionado à disponibilidade de plantonistas no Serviço. O acolhimento psicológico é um atendimento psicológico mais breve e de curta duração. De acordo com o caso, serão realizadas mais de uma sessão. Após o término e dependendo da situação, o aluno/cliente/paciente será encaminhado para psicoterapia em clínicas da rede de apoio públicas, Centros de Saúde, CAPS, clínicas sociais, projetos de extensão das Universidades.

QUANDO PROCURAR?

A pessoa que procura o acolhimento está aflita, angustiada em função de alguma situação, escolar ou não, alguma perda, escolhas que tem que fazer, dificuldades amorosas, angústias existenciais, tristeza, ansiedade, dificuldades de aprendizagem, etc.

Exemplos de urgências mais comuns que chegam ao Serviço de Psicologia do IFSul, câmpus Pelotas:

  • Situação imediata de desespero
  1. Exemplos: a pessoa acabou de receber uma notícia ou um diagnóstico, por exemplo, de que tem AIDS ou câncer, ou de que está grávida; enfrentou uma discussão com seu professor (a), chefe, namorado(a) – situações que a lançam no desespero e que, naquele momento, não vê alternativas de resolução;
  • Necessidade de tomada de decisão imediata –
  1. Exemplos: a pessoa tem de definir em breve algo importante para sua vida e não consegue decidir-se, separar-se ou não; se continua o curso que está fazendo ou desiste; fazer uma cirurgia, etc. – indefinição que a lança no desespero;
  • Transtornos psicológicos graves:
  1. Exemplos: crise de pânico; crise psicótica; ideias ou tentativas de suicídio (essa situação deve ser bem verificada, pois pode se constituir uma emergência – risco de vida – e requerer ação imediata e encaminhamento médico/psiquiátrico e contato com a família e/ou responsáveis);

Outros exemplos:

  • Risco de agressão contra si mesmo (idéias suicidas / idéias de morte, tentativa de suicídio, auto-mutilação);
  • Risco de agressão contra outros (referir desejo ou tentativa de homicídio ou outros atos violentos que configurem agressões de ordem física, sexual ou psicológica);
  • Ideação paranóide;
  • Referir perda do controle de seus atos e de sua autonomia;
  • Desorientação (espaço-temporal); confusão mental.
  • Surto psicótico (presença de alucinações – auditivas, visuais, táteis -, delírio);
  • Pedido de socorro para quem está em casa (em surto psicótico- psicose, dependência química: álcool, drogas; caso de violência doméstica; isolamento em cárcere privado);
  • Relato de situação de violência vivenciada (urbana ou doméstica).
  • Crise – tristeza intensa, medo intenso, choro intenso, ansiedade intensa, desmotivação intensa. Uma situação de crise se caracteriza quando a pessoa não encontra recursos para se reorganizar mesmo após o profissional ter realizado intervenção.

 

O QUE É URGÊNCIA PSICOLÓGICA?

É caracterizada como urgência a situação de crise na saúde de uma pessoa, de forma imprevisível e aguda, sem risco iminente de morte, porém com alteração nos parâmetros vitais que requerem pronto atendimento. Os casos que chegam ao Serviço de Psicologia do IFSUL, campus Pelotas, na sua maioria, não são considerados de urgência, pois são situações de sofrimento psíquico mas não intenso, em que a pessoa necessita de um pronto atendimento, e geralmente não envolvem risco de morte, salvo exceções de tentativas de suicídio que devem ser encaminhadas imediatamente para consulta psiquiátrica ou desintoxicação hospitalar.

BENEFÍCIOS

O plantão psicológico disponibilizado dentro da escola oferece promoção e educação para a saúde, podendo intervir antes que problemas mais críticos se instalem.